Pausar
  • 1

  • 2

 

 

 

LIBERDADE IMEDIATA DOS PRESOS ONTEM EM SÃO PAULO!

 

ONTEM, 23/6, NA AV. PAULISTA, NO ATO “SE NÃO TIVER DIREITOS NÃO VAI TER COPA”, FORAM PRESOS, ARBITRARIAMENTE, DOIS MANIFESTANTES, QUE SEGUEM DETIDOS E ESTÃO SENDO TRANSFERIDOS PARA O CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA EM PINHEIROS.

O ATO ERA UMA MANIFESTAÇÃO POLÍTICA LEGÍTIMA, NÃO UM CRIME, E ESTÁ SENDO CRIMINALIZADO PELA REPRESSÃO POLICIAL E PELAS ACUSAÇÕES CONTRA OS DOIS MANIFESTANTES. ELES ESTÃO SENDO ACUSADOS DE PORTE DE ARTEFATOS EXPLOSIVOS, ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA E INCITAÇÃO DE VIOLÊNCIA. TAL COMO DECLARARAM OS ADVOGADOS DOS MANIFESTANTES, E A IMPRENSA REPRODUZIU, AS ACUSAÇÕES CONTRA AMBOS SÃO FALSAS, E FORAM PRESOS, SEPARADAMENTE, DE FORMA ARBITRÁRIA, SEM MOTIVO OU PROVAS, QUANDO PARTICIPAVAM DA MANIFESTAÇÃO, QUE INCLUSIVE TRANSCORREU PACIFICAMENTE DO INÍCIO AO FIM.

UM DOS MANIFESTANTES, FÁBIO HIDEKI HARANO, É FUNCIONÁRIO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO E TRABALHA NO CENTRO DE SAÚDE ESCOLA – BUTANTÃ. É INTEGRANTE DO CONSELHO DIRETOR DE BASE DO SINDICATO DOS TRABALHADORES DA USP E FOI ELEITO PELOS SEUS COLEGAS COMO REPRESENTANTE DE SUA UNIDADE PARA O COMANDO DE GREVE DOS FUNCIONÁRIOS DA USP, QUE ESTÃO EM GREVE DESDE 27/5. PORTANTO, É CONHECIDO DE MUITO DE NÓS, QUE SABEMOS QUE AS ACUSAÇÕES SÃO FALSAS, O QUE FOI CONFIRMADO POR TESTEMUNHAS NO MOMENTO DE SUA PRISÃO, QUE OCORREU NO METRÔ, APÓS O ATO.

A ASSEMBLEIA GERAL DOS TRABALHADORES DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO APROVOU HOJE O REPÚDIO À REPRESSÃO À MANIFESTAÇÃO, E A EXIGÊNCIA DE LIBERTAÇÃO IMEDIATA DE AMBOS OS PRESOS, DE RETIRADA DAS ACUSAÇÕES E NÃO ABERTURA DE QUALQUER PROCESSO, E DE NENHUMA PUNIÇÃO!

 

SINDICATO DOS TRABALHADORES DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO – 24/6

No dia 24 de abril, a CSP-Conlutas e diversas organizações – A CUT Pode Mais, CNTA, Cobap, Condsef, CPERS e entidades nacionais e sindicatos locais – estão organizando uma grande marcha em Brasília, uma Jornada de Lutas. O objetivo é defender os direitos sociais e trabalhistas e denunciar a política econômica do governo federal que resulta nesses ataques. Uma plataforma política foi aprovada pelas entidades que participam desta jornada:

Notícias principais

Artigos

Documentos

Hide Main content block
 
CAMPANHA SALARIAL 2014 - PAUTA
Pauta Unificada de Reivindicações 2014   O Fórum das Seis, reafirmando sua posição •          pela defesa da autonomia ... Leia mais...
 
Combate ao Assédio Moral
Vigilante da Guarda Universitária da USP em Piracicaba receberá 30 mil de indenização por ociosidade forçada Por decisão da Justiça do Trabalho, a Universidade de São ... Leia mais...