20/03/18

ATA DA COPERT

Reitoria que havia afirmado disposição para prorrogar a vigência do Acordo Coletivo pelo prazo de 30 dias até dois anos, que seria o período máximo, voltou atrás, negou-se a aceitar a prorrogação até 30 de maio, conforme aprovado na assembleia da categoria; propôs prorrogar até 30 de setembro alegando que precisará desse tempo para analisar as demandas apresentadas até agora pelo Sindicato, pelos diretores de unidades e “por servidores que as têm enviado”, e fez a seguinte chantagem: Ou aceitamos prorrogar até setembro, buscando discutir um acordo que responda boa parte das demandas, ou então se prorroga apenas até 30 de abril “tratando apenas das questões mais grave e/ou emergenciais".
Ao final chegamos ao seguinte encaminhamento: Levar as duas datas propostas para deliberação de assembleia e, na hipótese de ficar aprovado a proposta de prorrogar até 30 de setembro, buscarmos resolver as questões mais urgentes através de novos termos de aditamento.
Por isso, conclamamos todos e todas para comparecerem na próxima assembleia, dia 27/3, às 12h30, no Sintusp, para discutir e decidir qual das datas devera ser o novo prazo de vigência do acordo coletivo. 
 

Documentos